Ilè Asé Asegún Itèsiwajú Aterosún, São José da Lapa, MG

Disciplina
Catar folhas: saberes e fazeres do povo de axé (2017/2)

A Mestra Nilsia Lourdes dos Santos, doravante Iyalodè Ósún Ifé World Wide, hoje à frente do Ilè Asé Asegún Itèsiwajú Aterossun, localizado em São José da Lapa (MG), região metropolitana de Belo Horizonte, foi iniciada há trinta e três anos nos conhecimentos, na vida e nos mistérios do ketu, cujos fundamentos remontam à rica e milenar cultura yorubá da África ocidental. No ano de 2011, na cidade de Ibadan, capital do estado nigeriano de Oyo, iniciou-se nos segredos de Ifá pela mediação de seu Olúwò, o “guardião dos saberes de Ifá”, passando assim à condição de Iyanifá Ifadara. Na presença de vinte Babalawò, os “mestres do segredo” da tradição yorubá, Iyanifá recolheu-se em iniciação pelo período de sete dias, ao final dos quais recebeu o seu título e o nome que lhe corresponde. Trata-se de um ritual predominantemente masculino e onde as mulheres, apenas aquelas devidamente escolhidas, podem ser iniciadas, mas no qual jamais poderão iniciar alguém. Embora a posição de iniciador seja uma prerrogativa masculina, nenhuma iniciação para Ifá pode acontecer sem a presença da Iyanifá, cujo papel ritual nenhum homem, por sua vez, pode desempenhar. A excepcionalidade do título carregado por Nilsia permitiu que o ‘Asé de Ifá’ fosse plantado em sua comunidade, o que contribuiu para estreitar ainda mais as relações do Ilè Asé Asegún Itèsiwajú Aterossun com a cultura yorubá nigeriana, constituindo assim um riquíssimo espaço de trocas de conhecimentos entre os dois lados do Atlântico.

Em agosto de 2018, recebeu o título de Iyalodè Ósún Ifé World Wide concedido por sua majestade Ooni de Ilè Ifé, Nigéria, se tornandoa primeira monarca afrobrasileira.

Graduada em Serviço Social, tendo igualmente cursado disciplinas isoladas em antropologia na UFMG, a Iyalodè é fluente em italiano, inglês e yorubá, e atualmente encontra-se dedicada ao trabalho de tradução para o português do livro Yorùbá Theology And Tradition: The Man & The Society, de Sìkírú Salami. O livro, com edição bilíngüe em inglês e yorubá, trata da origem dos conhecimentos de Ifá, cujo ritual remonta ao Antigo Egito. Acrescente-se ainda que a Iyalodè teve assento no CNAS, Conselho Nacional de Assistência Social (DF), e atualmente tem assento no CONATRAP, Comitê Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do Ministério da Justiça (DF). Ela é também diretora da ONG ASBRAD, sediada em Guarulhos, que tem atuado nos campos da assistência jurídica gratuita a vítimas de violência intrafamiliar e sexual, da mediação de conflitos no âmbito da violência intrafamiliar, da assistência psicológica e social a mulheres, crianças, adolescentes, deportados, inadmitidos e vítimas do tráfico de pessoas, do acompanhamento de adolescentes e de seus familiares inseridos na medida sócio-educativa da Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade. A Iyalodè está igualmente envolvida como o trabalho de Resgate Cultural dos Povos Quilombolas na APA (Área de Proteção Ambiental) do Curiaú em Macapá.

Categories: mestras e mestres