Nascido e criado em Caruaru, no agreste pernambucano, ele goza dos seus 74 anos de vida e 60 anos de profissão. Sua banda de pífano “2 irmãos”, criada em 1928 por seu pai, Alfredo Marques dos Santos, viaja por vários países e mostra a cultura do Nordeste para o mundo. O grupo foi herdado de seu pai que, antes de sua morte, pediu aos filhos João e Severino que nunca parassem de tocar, pois acreditava que a banda iria longe. E não é, que ele estava certíssimo, Severino faleceu e João e seus 4 filhos nunca mais pararam.

(texto de Ricardo Ferraz Bastos)

Nesse retrato, o Mestre João do Pife conta um pouco da sua história, explica como é o processo de feitura do pife, fala sobre música, dança e sobre a experiência de dar aulas na UFMG.

Também vemos fragmentos da passagem do Mestre João do Pife pela universidade, dando aulas de construção do pífano, ensinando a tocá-lo e tocando virtuosamente com muita alegria!

Formação Transversal em Saberes Tradicionais UFMG
Outono de 2018

Disciplina: Artes e ofícios dos Saberes Tradicionais: danças, cantos, toques e instrumentos tradicionais.

Professores parceiros
Juliana Azoubel
Lúcia Campos

Entrevista
Juliana Azoubel

Câmera e edição
Pedro Aspahan

Som Direto
João Carvalho

Coordenação Geral do Programa de Formação Transversal em Saberes Tradicionais
César Guimarães

Comitê Gestor
Arquitetura
Renata Marquez

Enfermagem
Lívia de Souza Pancrácio de Errico

Engenharia
Marcos Bortolos

Fafich
André Brasil
Luciana Oliveira

Realização
PROGRAD – Pró-Reitoria de Graduação
Departamento de Comunicação Social UFMG

Categories: blog retrato