Canto e Mensagem Covid-19: A voz e a força de Mestra Pedrina

“Negro é aroeira, verga mas não quebra”

“Preto, se soubesse da força que negro tem. Preto, se soubesse da força que negro tem. Não tolerava cativeiro de ninguém. Não tolerava cativeiro de ninguém.”

Nessa bela mensagem, Mestra Pedrina de Lourdes Santos, Capitã da Guarda de Massambique de Nossa Senhora das Mercês de Oliveira (MG), lembra que o povo negro é forte como a Aroeira, que verga mas não quebra, e vai enfrentar, de cabeça erguida e olhar firme, a covardia e o preconceito em tempos de pandemia.

Ela nos orienta a prosseguir atentos às recomendações de distanciamento social.

Mestra Pedrina participa ativamente de nossa Formação Transversal, tendo integrado a equipe de professores das disciplinas “Catar folhas: saberes e fazeres do povo de axé” e “Trazendo o mato de volta”.

Junto a seu conhecimento histórico e linguístico, ela traz para as aulas um amplo e diverso repertório de cantos do Reinado e do Candomblé.

Acompanhe ainda:

* Rio Negro, nós cuidamos!
* Campanha Rede Quilombola da Região Metropolitana de Belo Horizonte
* Povos Yanomami e Ye’kwana: Fora Garimpo, Fora Covid!
* Homenagem ao Mestre Tuyuka Higino Pimentel Tenório | Paoni
* Vagalumes – Memorial de Vítimas Indígenas da COVID-19
* Sesc SP: Pensadores Negras e Negros do Brasil
* ebook para download: “Antes o mundo não existia”, com desenhos de Feliciano Lana | Sibé – Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena
* Cantos dos Saberes Tradicionais: Pisada de Caboclo: O Canto e o Riscado do Sol e da Estrela com os Mestres Isael Maxakali e o Pajé Manuel Kelé

Categories: boletim