Sob o protagonismo das mulheres, a arte das miçangas coloridas se produz no alinhavo entre os cantos, as narrativas míticas e a experiência histórica. O curso se dedicou a esse modo relacional da arte, em um espaço de troca e intercâmbio de fazeres e saberes.

Cosmociências: Arte da Miçanga

2017

Mestras

Sueli Maxakali
Eliane Maxakali
Aldeia Verde, MG

Video
Imagens

Guilherme Cury
Julia Bernstein
Isadora Fachardo
André Brasil

Som
Guilherme Cury
Julia Bernstein
Isadora Fachardo
André Brasil
Isabel de Rose
Natália Achcar

Montagem
Pedro Antuna
André Brasil
Tomyo Costa Ito

Professoras e professores parceiros
André Brasil
DCS/FAFICH

Clarisse Alvarenga
FAE

Karenina Andrade Vieira
DAA/FAFICH

Renata Marquez
EAD

Ementa
Aberta aos alunos de todos os cursos de graduação da UFMG, a disciplina Cosmociências: Arte da Miçanga será ministrada pelas mestras Lira e Maria Kaxinawá (Aldeia Mucuripe, AC); Creuza e Leila Krahô (Aldeia Nova, TO); Sueli e Eliane Maxakali (Aldeia Verde, MG). Sob o protagonismo das mulheres, a arte das miçangas coloridas (mane, para os Kaxinawá; kenre, para os Krahô, e xap, entre os Maxakali) se produz no alinhavo entre os cantos, as narrativas míticas e a experiência histórica. A disciplina se dedicará a esse modo relacional da arte, constituindo-se em espaço de troca e intercâmbio de fazeres e saberes.

Categories: blog retrato